Tecnologia do Blogger.

Mindfulness: Como viver uma vida consciente e equilibrada?

Em inglês a palavra Mindfulness quer dizer "atenção plena" que trata se de um estado mental de controle sobre a capacidade de se concentrar nas experiências, sensações do presente e atividades, quando sintetizamos e falamos sobre Mindful Living falamos sobre a nossa vivência de forma consciente, a maneira oposta do famoso "piloto automático" ao qual vivemos 47% do tempo de uma vida inteira.

Os benefícios do Mindful Living ou Mindfulness se traduzem em redução do estresse e ansiedade, melhorias na saúde, bem-estar mental, maior adaptabilidade e maior apreciação na vida.

Mas antes da prática do mindfulness, como posso despertar para consciência?

Antes de dizer como, vamos ao porque devemos estar 100% presentes no aqui e agora para toda e qualquer ação e também, qual a importância disso para a nossa saúde mental. Primeiro é importante lembrar que assim como citado no primeiro parágrafo, passamos quase metade de nossas vidas pensando em tudo, menos no aqui e agora. O primeiro sinal de que estamos em piloto automático é quando nos damos conta em pequenas situações da rotina que, enquanto fazemos algo, pensamos em algo totalmente diferente diversas vezes, entenda: Enquanto escrevo esse artigo eu já pensei na conta que vence amanhã e por isso tenho que pagar hoje, o que farei para a janta e também se as janelas da sala estão fechadas já que começou a chover, ficou fácil compreender o quanto nosso pensamento viaja para lugares distantes enquanto nos concentramos em apenas 1 atividade? Isso se chama "piloto automático", ou seja, o oposto do despertar para consciência. 


Meditação


Certamente você já passou por isso, muitos enquanto leem esse artigo se distraíram com alguma outra coisa senão a mensagem que desejo compartilhar, assim vivemos quase metade de nossas vidas; fazemos coisas no aqui e agora com a cabeça lá no passado ou futuro.

Estar presente é consciência, saber o que faço, como faço, em qual momento faço e o quanto dedico atenção ao que estou fazendo torna aquela situação/ação como foco. Nas palavras de um fotógrafo seria basicamente a técnica de "micro e macro" que uma câmera pode fazer, podendo focar aqui ou simplesmente no fundo da imagem principal, assim é a nossa mente quando não dominamos essa técnica de atenção plena, o famoso mindfulness.

Como viver uma vida consciente e equilibrada?

A técnica milenar mais clichê para essa resposta seria a meditação, meditar é foco pleno e atenção no aqui e agora, é esvaziar a mente para o silêncio ou para a atenção em um mantra, por exemplo. Despertar para a consciência é ter conhecimento e clareza do aqui e agora em toda e qualquer ação, é comum a nossa mente nos sabotar e dispersar, a técnica exige treino, é como soltar e segurar uma criança que está aprendendo a andar de bicicleta sem rodinhas de apoio, depois de tanto segurar e soltar para que ela se equilibre sozinha sobre a bicicleta ela finalmente se vê livre do "segurar" e sente então a liberdade do estado consciente de que está andando de bicicleta. Um detalhe simples nessa situação é que em alguns casos a criança nem se dá conta de que não há ninguém segurando a sua bicicleta (estado de piloto automático), somente então quando se dá conta (desperta para a consciência) é que se assusta de que está andando sozinha e sem que ninguém lhe segure. 


Meditação


Treinar a mente para a atenção plena é como andar de bicicleta pela primeira vez, um dia de cada vez buscando sempre se concentrar na ação do aqui e agora, e não há jeito certo ou errado, nossa intenção não é nos tornamos budas ou monges, mas dominar a mente para que estejamos consciente do aqui e agora. Os primeiros exercícios podem começar em pequenas situações do dia a dia, enquanto escrevo esse texto busco concentrar minha atenção e energia em cada palavra, a intenção nessa ação é não deixar que outras interferências externas quebrem meu padrão de pensamento, criatividade e raciocínio. 

Quais são os benefícios do Mindful Living / Mindfulness ? 

De acordo com a publicação do Huffington Post, escolhi apenas 5 razões -das 20 que contém nesse artigo em inglês- que são suficientes para nos convencermos da maravilha que é praticar o mindfulness para a nossa saúde física, mental e psíquica.

1. Nos torna pessoas melhores
Quando decidimos estar conscientes aprendemos a ouvir a nossa própria voz interior, é como plantar a sementinha da paz dentro da alma e assisti-la germinar durante o seu encontro com calma interior.

2. Reduz o stress
Não só pela questão da atenção plena e concentração, mas cientificamente a prática ajuda na diminuição do cortisol - hormônio do stress.

3. Aumenta a nossa percepção acerca de nós mesmos
Com a prática é possível passar a analisar de forma mais sincera os pontos cegos que temos acerca de nossas qualidades e defeitos, tornando-se consciente é possível compreender principalmente a maneira como as interferências externas nos atinge e como reagimos diante de diversas situações. Ao exemplo do stress, sabemos quando estamos estressados e muitas vezes sabemos o motivo mas deixamos de pensá-lo por autosabotagem, as consequências dessa sabotagem pode estar atrelada a dores de cabeças e também ao ato de descontar nosso stress em coisas e pessoas que nada tem a ver com a interferência externo que nos deixamos afetar.

4. Proteger o cérebro de doenças mentais e emocionais
A prática da meditação tem sido associada a um aumento na densidade axonal (conexões entre as células) e o crescimento de mielina, uma camada de tecido adiposo que atua como proteção.

5. Controle das emoções
A arte de acalmar a mente para o silêncio em um mergulho de trampolim nas profundidades da alma nos ensina a ter mais controle sob as emoções, assim fica mais fácil interpretar a origem de cada sentimento positivo e também a reconhecer a fonte que dá origem às energias negativas que nos imobilizam durante a nossa jornada da vida. 

Além dessas, outras razões como melhora da insônia, ansiedade, medo e outros transtornos decorrentes da falta de atenção para com o eu interior.

De certo que a meditação é um recurso fantástico para o autoconhecimento e abrir mão desse contato com a essência é perder vida e a oportunidade de ser a sua melhor versão. Invista em você!

Como praticar o Mindfulness?

O primeiro contato com o mindfulness pode parecer algo de outro mundo, é normal que no começo a mente não esteja acostumada com o silêncio e com a ausência de pensamentos. Nesse primeiro momento a dica é treinar de 1 a 3 minutos por dia durante 1 semana, escolha um lugar tranquilo e longe de qualquer interferência externa (vozes, barulho ou qualquer coisa que possa distraí-lo, porque nesses primeiros dias a sua mente tentará te sabotar e fugir para pensamentos distantes da sua atenção plena).


Meditação


Reserve esse tempo para pensar no estado atual, uma técnica famosa e muito simples é a da respiração que pode ser feita sentada ou deitada, desde que sinta-se confortável na posição que escolheu, assim iniciei respirando e expirando profundamente durante 3 a 4 vezes, em seguida retome a sua respiração normal direcionando a sua atenção para o seu corpo, a maneira como enchem os pulmões em cada inspirar e como seu tórax diminui ao expirar o ar, sinta cada parte do seu corpo em estado pleno de consciência, movimente suas mãos levemente e perceba que cada movimento é ditado pela sua mente e terminações nervosas e o quanto é privilegiado por poder perceber e controlar esses movimentos involuntários que fazemos diariamente e que não nos damos conta. Só assim, após perceber com clareza o quanto temos o poder sobre a nossa mente e que, muito do que somos tem a ver com a nossa falta ou plena atenção sobre nós mesmos.


Seja luz, encontre e seja a sua melhor versão todos os dias.

Amor e Luz,
Luciana Carvallho. 

You May Also Like

0 Comentários